Reze
Conosco

Acompanhe a Liturgia Diária e faça seu Pedido de Oração.

Novembro

Liturgia
Diária

10 – QUARTA-FEIRA
SÃO LEÃO MAGNO

PAPA E DOUTOR DA IGREJA

(branco, pref. comum, ou dos pastores, – ofício da memória)

O Senhor o escolheu para a plenitude do sacerdócio e, abrindo seus tesouros, o cumulou de bens.

Leão nasceu no final do século 4°, na Itália, e lá faleceu em 461. Nomeado papa, muito se empenhou no combate às heresias. Exerceu forte influência no Concílio de Calcedônia, realizado em 451. Suas vibrantes homilias levavam o povo a fortalecer a própria fé na pessoa de Jesus Cristo. A celebração desta memória nos ajude a conservar e viver a sã doutrina cristã.

Primeira Leitura: Sabedoria 6,1-11

Leitura do livro da Sabedoria – 1Escutai, ó reis, e compreendei. Instruí-vos, governadores dos confins da terra! 2Prestai atenção, vós que dominais as multidões e vos orgulhais do número de vossos súditos. 3Pois o poder vos foi dado pelo Senhor, e a soberania, pelo Altíssimo. É ele quem examinará as vossas obras e sondará as vossas intenções; 4apesar de estardes ao serviço do seu reino, não julgastes com retidão, nem observastes a Lei, nem procedestes conforme a vontade de Deus. 5Por isso, ele cairá de repente sobre vós, de modo terrível, porque um julgamento implacável será feito sobre os poderosos. 6O pequeno pode ser perdoado por misericórdia, mas os poderosos serão examinados com poder. 7O Senhor de todos não recuará diante de ninguém nem se deixará impressionar pela grandeza, porque o pequeno e o grande, foi ele quem os fez, e a sua providência é a mesma para com todos; 8mas, para os poderosos, o julgamento será severo. 9A vós, pois, governantes, dirigem-se as minhas palavras, para que aprendais a sabedoria e não venhais a tropeçar. 10Os que observam fielmente as coisas santas serão justificados; e os que as aprenderem vão encontrar sua defesa. 11Portanto, desejai ardentemente minhas palavras, amai-as e sereis instruídos. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 81(82)

Levantai-vos, ó Senhor, julgai a terra!

1. Fazei justiça aos indefesos e aos órfãos, / ao pobre e ao humilde absolvei! / Libertai o oprimido, o infeliz, / da mão dos opressores arrancai-os!” – R.

2. Eu disse: “Ó juízes, vós sois deuses, / sois filhos todos vós do Deus altíssimo! / E, contudo, como homens morrereis, / caireis como qualquer dos poderosos!” – R.

Evangelho: Lucas 17,11-19

Aleluia, aleluia, aleluia.

Em tudo dai graças, pois esta é a vontade / de Deus para convosco, em Cristo, o Senhor (1Ts 5,18). – R.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – 11Aconteceu que, caminhando para Jerusalém, Jesus passava entre a Samaria e a Galileia. 12Quando estava para entrar num povoado, dez leprosos vieram ao seu encontro. Pararam a distância 13e gritaram: “Jesus, mestre, tem compaixão de nós!” 14Ao vê-los, Jesus disse: “Ide apresentar-vos aos sacerdotes”. Enquanto caminhavam, aconteceu que ficaram curados. 15Um deles, ao perceber que estava curado, voltou glorificando a Deus em alta voz; 16atirou-se aos pés de Jesus com o rosto por terra e lhe agradeceu. E este era um samaritano. 17Então Jesus lhe perguntou: “Não foram dez os curados? E os outros nove, onde estão? 18Não houve quem voltasse para dar glória a Deus, a não ser este estrangeiro?” 19E disse-lhe: “Levanta-te e vai! Tua fé te salvou”. – Palavra da salvação.

Reflexão:

A gravidade da doença (lepra) engrandece o gesto do terapeuta (Jesus) e salienta a falta de gratidão da maioria dos agraciados. Considerada contagiosa, a lepra mantinha seus portadores afastados do convívio humano. Ora, os dez leprosos mantêm-se à distância e pedem a compaixão de Jesus, que exige deles um ato de fé: sem ainda serem curados, que se apresentem aos sacerdotes; estes comprovarão a veracidade da cura. No caminho, os dez se veem purificados da doença, mas apenas um retorna “glorificando a Deus”, e o faz “em alta voz”, a fim de que todos participem da sua alegria e se conscientizem do poder de Deus. Era um samaritano. Prostra-se, confirmando sua fé em Jesus. E os outros nove? Deixam de ouvir dos lábios do Mestre o coroamento da cura: “Levante-se e vá! Sua fé o salvou”.

Oração
Ó Mestre Jesus, o que nos surpreende é que, dentre os dez leprosos curados, apenas um tomou o caminho de volta, “glorificando a Deus em voz alta”, para expressar-te sua profunda gratidão. Ajuda-nos, Senhor, a manifestar sincera gratidão pelos inúmeros benefícios que nos concedes a todo instante. Amém.

(Dia a dia com o Evangelho 2021 - Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp e Pe. Nilo Luza, ssp)

 

Fonte: Paulus