Reze
Conosco

Acompanhe a Liturgia Diária e faça seu Pedido de Oração.

Outubro, 2019

Liturgia
Diária

DIA 13 – DOMINGO
28º DO TEMPO COMUM

(verde, glória, creio – 4ª semana do saltério)

Senhor, se levardes em conta as nossas faltas, quem poderá subsistir? Mas em vós encontra-se o perdão, Deus de Israel (Sl 129,3s).

Eucaristia é ação de graças em reconhecimento do agir de Deus, que restaura nossa dignidade e nos faz conhecer a salvação em Jesus Cristo. Reunidos como comunidade de fé, testemunhamos que nossa vida é tecida pelo projeto compassivo do Pai, que nos impele à solidariedade com os sofredores. Celebremos com espírito agradecido por tudo quanto recebemos da bondade divina e, neste mês missionário, tenhamos presentes os desafios do Sínodo sobre a Amazônia.

Primeira Leitura: 2 Reis 5,14-17

Leitura do segundo livro dos Reis – Naqueles dias, 14Naamã, o sírio, desceu e mergulhou sete vezes no Jordão, conforme o homem de Deus tinha mandado, e sua carne tornou-se semelhante à de uma criancinha, e ele ficou purificado. 15Em seguida, voltou com toda a sua comitiva para junto do homem de Deus. Ao chegar, apresentou-se diante dele e disse: “Agora estou convencido de que não há outro Deus em toda a terra, senão o que há em Israel! Por favor, aceita um presente de mim, teu servo”. 16Eliseu respondeu: “Pela vida do Senhor, a quem sirvo, nada aceitarei”. E, por mais que Naamã insistisse, ficou firme na recusa. 17Naamã disse então: “Seja como queres. Mas permite que teu servo leve daqui a terra que dois jumentos podem carregar. Pois teu servo já não oferecerá holocausto ou sacrifício a outros deuses, mas somente ao Senhor”. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 97(98)

O Senhor fez conhecer a salvação / e às nações revelou sua justiça.

Cantai ao Senhor Deus um canto novo, / porque ele fez prodígios! / Sua mão e o seu braço forte e santo / alcançaram-lhe a vitória. – R.
O Senhor fez conhecer a salvação / e, às nações, sua justiça; / recordou o seu amor sempre fiel / pela casa de Israel. – R.
Os confins do universo contemplaram / a salvação do nosso Deus. / Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, / alegrai-vos e exultai! – R.
Segunda Leitura: 2 Timóteo 2,8-13

Leitura da segunda carta de são Paulo a Timóteo – Caríssimo, 8lembra-te de Jesus Cristo, da descendência de Davi, ressuscitado dentre os mortos, segundo o meu evangelho. 9Por ele eu estou sofrendo até as algemas, como se eu fosse um malfeitor; mas a palavra de Deus não está algemada. 10Por isso suporto qualquer coisa pelos eleitos, para que eles também alcancem a salvação que está em Cristo Jesus, com a glória eterna. 11Merece fé esta palavra: se com ele morremos, com ele viveremos. 12Se com ele ficamos firmes, com ele reinaremos. Se nós o negamos, também ele nos negará. 13Se lhe somos infiéis, ele permanece fiel, pois não pode negar-se a si mesmo. – Palavra do Senhor.

Evangelho: Lucas 17,11-19

Aleluia, aleluia, aleluia.

Em tudo dai graças, / pois esta é a vontade de Deus para convosco em Cristo Jesus (1Ts 5,18). – R.

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – 11Aconteceu que, caminhando para Jerusalém, Jesus passava entre a Samaria e a Galileia. 12Quando estava para entrar num povoado, dez leprosos vieram ao seu encontro. Pararam a distância 13e gritaram: “Jesus, mestre, tem compaixão de nós!” 14Ao vê-los, Jesus disse: “Ide apresentar-vos aos sacerdotes”. Enquanto caminhavam, aconteceu que ficaram curados. 15Um deles, ao perceber que estava curado, voltou glorificando a Deus em alta voz; 16atirou-se aos pés de Jesus, com o rosto por terra, e lhe agradeceu. E este era um samaritano. 17Então Jesus lhe perguntou: “Não foram dez os curados? E os outros nove onde estão? 18Não houve quem voltasse para dar glória a Deus, a não ser este estrangeiro?” 19E disse-lhe: “Levanta-te e vai! Tua fé te salvou”. – Palavra da salvação.

Reflexão:

A caminho de Jerusalém, dez doentes (leprosos) vão ao encontro de Jesus e gritam por piedade. O Mestre os envia aos sacerdotes, para que, curados, possam retomar a vida social, da qual estavam excluídos por causa de sua doença. Enquanto vão, ficam curados e um deles volta para agradecer. Jesus se admira que só o samaritano (estrangeiro) voltou para dar “gloria a Deus”. Os doentes são fiéis cumpridores da Lei: param a distância, pois não podiam se aproximar de outras pessoas por causa da doença; obedecem à palavra de Jesus, que os envia aos sacerdotes. Os nove que não retornam para agradecer se julgam curados por ter observado a Lei; consideram-se merecedores. O samaritano, porém, reconhece a ação e a bondade de Deus, que se revelam em Jesus. Muitos cristãos, por serem fiéis cumpridores dos mandamentos de Deus e da Igreja, pensam ter méritos diante de Deus e da comunidade. Mais uma vez, temos a lição de um samaritano (desprezado pelos judeus) que foi capaz de reconhecer o dom e agradecer ao Pai, que é fonte de todos os dons. Como são bonitos os gestos de gratidão ao Senhor e também às pessoas que nos auxiliam em alguma necessidade.

(Dia a dia com o Evangelho 2019 - Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp)

 

Fonte: Paulus