Reze
Conosco

Acompanhe a Liturgia Diária e faça seu Pedido de Oração.

Agosto, 2019

Liturgia
Diária

DIA 19 – SEGUNDA-FEIRA
20ª SEMANA COMUM

(verde – ofício do dia da 4ª semana do saltério)

Ó Deus, nosso protetor, volvei para nós o vosso olhar e contemplai a face do vosso ungido, porque um dia em vosso templo vale mais que outros mil (Sl 83,10s).

Cada um de nós é livre para trilhar o caminho da vida, seguindo o Deus de Jesus, ou o da infelicidade, seguindo os ídolos. O chamado de Jesus é pessoal, e seu seguimento requer renúncia e fidelidade.

Primeira Leitura: Juízes 2,11-19

Leitura do livro dos Juízes – Naqueles dias, 11os filhos de Israel fizeram o que desagrada ao Senhor, servindo a deuses cananeus. 12Abandonaram o Senhor, o Deus de seus pais, que os havia tirado do Egito, e seguiram outros deuses dos povos que em torno deles habitavam, e os adoraram, provocando assim a ira do Senhor. 13Afastaram-se do Senhor para servir a Baal e a Astarte. 14Por isso, acendeu-se contra Israel a ira do Senhor, que os entregou nas mãos dos salteadores, que os saqueavam, e os vendeu aos inimigos que habitavam nas redondezas. E eles não puderam resistir aos seus adversários. 15Em tudo o que desejassem empreender, a mão do Senhor estava contra eles para sua desgraça, como lhes havia dito e jurado. A sua aflição era extrema. 16Então, o Senhor mandou-lhes juízes que os livrassem das mãos dos saqueadores. 17Eles, porém, nem aos seus juízes quiseram ouvir e continuavam a prostituir-se com outros deuses, adorando-os. Depressa se afastaram do caminho seguido por seus pais, que haviam obedecido aos mandamentos do Senhor; não procederam como eles. 18Sempre que o Senhor lhes mandava juízes, o Senhor estava com o juiz e os livrava das mãos dos inimigos enquanto o juiz vivia, porque o Senhor se deixava comover pelos gemidos dos aflitos. 19Mas, quando o juiz morria, voltavam a cair e portavam-se pior que seus pais, seguindo outros deuses, servindo-os e adorando-os. Não desistiram de suas obras perversas nem da sua conduta obstinada. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 105(106)

Lembrai-vos de nós, ó Senhor, / segundo o amor para com vosso povo!

Não quiseram suprimir aqueles povos / que o Senhor tinha mandado exterminar; / misturaram-se, então, com os pagãos / e aprenderam seus costumes depravados. – R.
Aos ídolos pagãos prestaram culto, / que se tornaram armadilha para eles; / pois imolaram até mesmo os próprios filhos, / sacrificaram suas filhas aos demônios. – R.
Contaminaram-se com suas próprias obras, / prostituíram-se em crimes incontáveis. / Acendeu-se a ira de Deus contra o seu povo, / e o Senhor abominou a sua herança. – R.
Quantas vezes o Senhor os libertou! / Eles, porém, por malvadez o provocavam. / Mas o Senhor tinha piedade do seu povo / quando ouvia o seu grito na aflição. – R.
Evangelho: Mateus 19,16-22

Aleluia, aleluia, aleluia.

Felizes os humildes de espírito, / porque deles é o reino dos céus (Mt 5,3). – R.

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo, 16alguém aproximou-se de Jesus e disse: “Mestre, o que devo fazer de bom para possuir a vida eterna?” 17Jesus respondeu: “Por que tu me perguntas sobre o que é bom? Um só é o bom. Se tu queres entrar na vida, observa os mandamentos”. 18O homem perguntou: “Quais mandamentos?” Jesus respondeu: “Não matarás, não cometerás adultério, não roubarás, não levantarás falso testemunho, 19honra teu pai e tua mãe e ama teu próximo como a ti mesmo”. 20O jovem disse a Jesus: “Tenho observado todas essas coisas. O que ainda me falta?” 21Jesus respondeu: “Se tu queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me”. 22Quando ouviu isso, o jovem foi embora cheio de tristeza, porque era muito rico. – Palavra da salvação.

Reflexão:

Um jovem, dono de muitos bens, consulta Jesus sobre o que fazer em vista de “entrar para a vida”, expressão equivalente a herdar a vida eterna, ser salvo, entrar no Reino dos Céus. “Pratique os mandamentos”: é a resposta de Jesus. Isso o moço já faz, mas acredita que deve fazer algo mais: “O que me falta ainda?” Jesus o estimula a dar um passo de qualidade, propondo-lhe que vá, venda todos os seus bens, e doe aos pobres; depois, venha para segui-lo. Radical mudança de mentalidade e de atitudes. Estar totalmente disponível para o Reino dos Céus. Esse passo, o jovem não consegue dar. A riqueza domina seu coração. Ele não é capaz de se desfazer delas; são sua segurança. Volta para sua condição social, não saltitando de alegria, mas triste, “porque tinha muitos bens”.

(Dia a dia com o Evangelho 2019 - Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp)

 

Fonte: Paulus