Reze
Conosco

Acompanhe a Liturgia Diária e faça seu Pedido de Oração.

Julho, 2020

Liturgia
Diária

27 – QUINTA-FEIRA
SANTA MÔNICA

ESPOSA, MÃE E VIÚVA

(branco, pref. comum ou dos santos – ofício da memória)

A mulher que teme a Deus será louvada; seus filhos a proclamam feliz e seu marido a elogia (Pr 31,30.28).

Mônica, mãe de Santo Agostinho, nasceu em 331 em Tagaste, na atual Argélia. Cristã de fé robusta, profundamente piedosa, alcançou, com oração perseverante e lágrimas, a conversão do marido pagão e do filho, a cujo batismo assistiu com imensa alegria. Morreu na Itália no ano 387. Confiemos no grande poder da oração.

Primeira Leitura: 1 Coríntios 1,1-9

Início da primeira carta de São Paulo aos Coríntios – 1Paulo, chamado a ser apóstolo de Jesus Cristo, por vontade de Deus, e o irmão Sóstenes 2à Igreja de Deus que está em Corinto: aos que foram santificados em Cristo Jesus, chamados a ser santos junto com todos os que, em qualquer lugar, invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso. 3Para vós, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo. 4Dou graças a Deus sempre a vosso respeito, por causa da graça que Deus vos concedeu em Cristo Jesus: 5nele fostes enriquecidos em tudo, em toda palavra e em todo conhecimento, 6à medida que o testemunho sobre Cristo se confirmou entre vós. 7Assim, não tendes falta de nenhum dom, vós que aguardais a revelação do Senhor nosso, Jesus Cristo. 8É ele também que vos dará perseverança em vosso procedimento irrepreensível até o fim, até o dia de nosso Senhor, Jesus Cristo. 9Deus é fiel; por ele fostes chamados à comunhão com seu Filho, Jesus Cristo, Senhor nosso. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 144(145)

Bendirei o vosso nome pelos séculos, Senhor!

1. Todos os dias haverei de bendizer-vos, / hei de louvar o vosso nome para sempre. / Grande é o Senhor e muito digno de louvores, / e ninguém pode medir sua grandeza. – R.

2. Uma idade conta à outra vossas obras / e publica os vossos feitos poderosos; / proclamam todos o esplendor de vossa glória / e divulgam vossas obras portentosas! – R.

3. Narram todos vossas obras poderosas, / e de vossa imensidade todos falam. / Eles recordam vosso amor tão grandioso / e exaltam, ó Senhor, vossa justiça. – R.

Evangelho: Mateus 24,42-51

Aleluia, aleluia, aleluia.

Vigiai, diz Jesus, vigiai, / pois, no dia em que não esperais, / o vosso Senhor há de vir (Mt 24,42.44). – R.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 42“Ficai atentos, porque não sabeis em que dia virá o Senhor. 43Compreendei bem isto: se o dono da casa soubesse a que horas viria o ladrão, certamente vigiaria e não deixaria que a sua casa fosse arrombada. 44Por isso, também vós ficai preparados! Porque na hora em que menos pensais, o Filho do Homem virá. 45Qual é o empregado fiel e prudente que o senhor colocou como responsável pelos demais empregados, para lhes dar alimento na hora certa? 46Feliz o empregado cujo senhor o encontrar agindo assim quando voltar. 47Em verdade vos digo, ele lhe confiará a administração de todos os seus bens. 48Mas se o empregado mau pensar: ‘Meu senhor está demorando’ 49e começar a bater nos companheiros, a comer e a beber com os bêbados, 50então o senhor desse empregado virá no dia em que ele não espera e na hora que ele não sabe. 51Ele o partirá ao meio e lhe imporá a sorte dos hipócritas. Ali haverá choro e ranger de dentes”. – Palavra da salvação.

Reflexão:

O Senhor, com sua graça, nos visita a todo instante; é preciso ter sensibilidade para não desperdiçar a hora de Deus. Por vezes, as preocupações com a sobrevivência, o excesso de trabalho, o tempo consumido em festinhas, tudo isso pode nos distrair ou desviar nossa atenção dos sinais de Deus. A parábola tem em vista principalmente as lideranças religiosas. Por que não estendê-la também aos nossos governantes, já que têm responsabilidade de criar ambiente e condições de vida dignos para todos? A parábola termina afirmando que haverá prestação de contas no julgamento. Todo final de cada dia é boa ocasião para sincero exame de consciência: como tem sido meu relacionamento com Deus, comigo mesmo, com o próximo e com a natureza?

Oração
Ó Jesus, “Filho do Homem”, aos discípulos, em geral, e às lideranças religiosas de todos os tempos, recomendas a vigilância. Não sabemos quando virás. Somos convidados a não desanimar na caminhada cristã. Concede-nos, Senhor, empenho e perseverança na prática da justiça e do amor. Amém.

(Dia a dia com o Evangelho 2020 - Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp (dias de semana) Pe. Nilo Luza, ssp (domingos e solenidades)

 

Fonte: Paulus