Reze
Conosco

Acompanhe a Liturgia Diária e faça seu Pedido de Oração.

Novembro

Liturgia
Diária

27 – SÁBADO
34ª SEMANA COMUM

(verde – ofício do dia)

O Senhor fala de paz a seu povo e a seus amigos e a todos os que se voltam para ele (Sl 84,9).

Jesus faz sério apelo à vigilância. Manter-se atento e fiel aos ensinamentos do Mestre é condição necessária para cada um sentir-se confortável e “ficar em pé diante do Filho do Homem”.

Primeira Leitura: Daniel 7,15-27

Leitura da profecia de Daniel – 15Fiquei chocado em meu íntimo: eu, Daniel, fiquei aterrorizado com estas coisas, e as visões da imaginação me deixaram perturbado. 16Aproximei-me de um dos presentes e pedi-lhe que me desse explicações sobre o significado de tudo aquilo. Respondeu-me, fazendo-me conhecer a interpretação das coisas: 17“Estes quatro possantes animais são quatro reinos que surgirão na terra; 18mas os que receberão o reino são os santos do Altíssimo: eles ficarão de posse do reino por todos os séculos, eternamente”. 19Depois, quis ser mais bem informado a respeito do quarto animal, que era bastante diferente dos outros e o mais terrível de todos, com seus dentes de ferro e garras de bronze, sempre devorando e triturando, e calcando aos pés o que restava; 20e ainda a respeito dos dez chifres e sobre o outro que nascera e fizera cair outros três, sobre o chifre que tinha olhos e boca, e que fazia ouvir uma fala forte, e era maior que os outros. 21Eu continuava a olhar, e eis que esse chifre combatia contra os santos e vencia, 22até que veio o ancião de muitos dias e fez justiça aos santos do Altíssimo, e chegou o tempo para os santos entrarem na posse do reino. 23Respondeu-me assim: “O quarto animal é um quarto reino que surgirá na terra e que será maior do que todos os outros reinos; há de devorar a terra inteira, espezinhá-la e esmagá-la. 24Quanto aos dez chifres do reino, serão dez reis; um outro surgirá depois deles, e este será mais poderoso do que seus antecessores, e abaterá os três reis, 25e articulará insolências contra o Altíssimo, e perseguirá seus santos, e se julgará em condições de mudar os tempos e a lei; os santos serão entregues ao seu arbítrio por um tempo, por tempos e por um meio-tempo; 26o tribunal se estabelecerá, e ao chifre será tirado o poder, até ser destruído e desaparecer para sempre; 27e, então, que seja dado o reino, o poder e a grandeza dos reinos que existem sob o céu ao povo dos santos do Altíssimo, cujo reino é um reino eterno e a quem todos os reis servirão e prestarão obediência”. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: Dn 3

Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

1. Filhos dos homens, bendizei o Senhor! / Filhos de Israel, bendizei o Senhor! – R.

2. Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor! / Servos do Senhor, bendizei o Senhor! – R.

3. Almas dos justos, bendizei o Senhor! / Santos e humildes, bendizei o Senhor! – R.

Evangelho: Lucas 21,34-36

Aleluia, aleluia, aleluia.

Vigiai e orai para ficardes de pé / ante o Filho do Homem! (Lc 21,36) – R.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas – Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 34“Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós; 35pois esse dia cairá como uma armadilha sobre todos os habitantes de toda a terra. 36Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força para escapar de tudo o que deve acontecer e para ficardes em pé diante do Filho do Homem”. – Palavra da salvação.

Reflexão:

A comunidade deve sempre tomar cuidado para não relaxar ou dar mau exemplo, assumindo os vícios da sociedade injusta (embriaguez, preocupações com a vida). A vida desregrada e o envolvimento com os bens materiais abafam a mensagem de Jesus e não nos permitem instaurar o Reino de Deus. O Reino e a vinda do Filho do Homem estão presentes em cada acontecimento da história da salvação. O julgamento está sempre se realizando na história. A cada momento, a injustiça vai sendo desmascarada, e os injustos são pegos de surpresa. A comunidade deve, portanto, estar sempre de prontidão, praticando a justiça. Sua força virá da vigilância e da oração. Nosso modelo é Jesus de Nazaré, o Vigilante por excelência, sempre pronto para fazer a vontade do Pai.

Oração
Ó Jesus Mestre, Caminho, Verdade e Vida, tua mensagem nos previne contra a excessiva preocupação com as coisas deste mundo. Elas podem nos desviar dos verdadeiros valores do Evangelho. Ajuda-nos, Senhor, a ser perseverantes na prática do bem e entusiastas construtores do teu Reino. Amém.

(Dia a dia com o Evangelho 2021 - Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp e Pe. Nilo Luza, ssp)

Fonte: Paulus