Reze
Conosco

Acompanhe a Liturgia Diária e faça seu Pedido de Oração.

Junho, 2019

Liturgia
Diária

DIA 3 – SEGUNDA-FEIRA
SÃO CARLOS LWANGA, MÁRTIR

(vermelho – ofício da memória)

Eis os santos que venceram graças ao sangue do Cordeiro. Preferiram morrer a renegar o Cristo; por isso reinam com ele para sempre, aleluia (Ap 12,11).

Carlos e companheiros viveram na Uganda, no século 19. Por não renunciarem à fé, foram vítimas da perseguição do rei contra os cristãos. Mesmo os muito jovens entre eles souberam dar testemunho de coragem e fidelidade a Cristo. Celebrando os primeiros mártires da África subsaariana, rezemos por todos os cristãos perseguidos.

Primeira Leitura: Atos 19,1-8

Leitura dos Atos dos Apóstolos – 1Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo atravessou as regiões montanhosas e chegou a Éfeso. Aí encontrou alguns discípulos e perguntou-lhes: 2“Vós recebestes o Espírito Santo quando abraçastes a fé?” Eles responderam: “Nem sequer ouvimos dizer que existe o Espírito Santo!” 3Então Paulo perguntou: “Que batismo vós recebestes?” Eles responderam: “O batismo de João”. 4Paulo disse-lhes: “João administrava um batismo de conversão, dizendo ao povo que acreditasse naquele que viria depois dele, isto é, em Jesus”. 5Tendo ouvido isso, eles foram batizados no nome do Senhor Jesus. 6Paulo impôs-lhes as mãos, e sobre eles desceu o Espírito Santo. Começaram então a falar em línguas e a profetizar. 7Ao todo, eram uns doze homens. 8Paulo foi então à sinagoga e, durante três meses, falava com toda convicção, discutindo e procurando convencer os ouvintes sobre o reino de Deus. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 67(68)

Reinos da terra, cantai ao Senhor.

Eis que Deus se põe de pé e os inimigos se dispersam! / Fogem longe de sua face os que odeiam o Senhor! / Como a fumaça se dissipa, assim também os dissipais; † como a cera se derrete ao contato com o fogo, / assim pereçam os iníquos ante a face do Senhor! – R.
Mas os justos se alegram na presença do Senhor, / rejubilam satisfeitos e exultam de alegria! / Cantai a Deus, a Deus louvai, cantai um salmo a seu nome! / O seu nome é Senhor: exultai diante dele! – R.
Dos órfãos ele é pai e das viúvas protetor; / é assim o nosso Deus em sua santa habitação. / É o Senhor quem dá abrigo, dá um lar aos deserdados, / quem liberta os prisioneiros e os sacia com fartura. – R.
Evangelho: João 16,29-33

Aleluia, aleluia, aleluia.

Se com Cristo ressurgistes, / procurai o que é do alto, / onde Cristo está sentado, / à direita de Deus Pai (Cl 3,1). – R.

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo João – Naquele tempo, 29os discípulos disseram a Jesus: “Eis, agora falas claramente e não usas mais figuras. 30Agora sabemos que conheces tudo e que não precisas que alguém te interrogue. Por isso cremos que vieste da parte de Deus”. 31Jesus respondeu: “Credes agora? 32Eis que vem a hora – e já chegou – em que vos dispersareis, cada um para seu lado, e me deixareis só. Mas eu não estou só, porque o Pai está comigo. 33Disse-vos estas coisas para que tenhais paz em mim. No mundo, tereis tribulações. Mas tende coragem! Eu venci o mundo!” – Palavra da salvação.

Reflexão:

Tomados de entusiasmo, os discípulos declaram a Jesus: “Nós acreditamos que tu saíste de junto de Deus”. Mas Jesus, conhecedor do coração humano, apaga logo esse fogo de palha, por saber que a fé dos discípulos é fraca, insuficiente para permanecerem fiéis ao Mestre na hora de sua paixão e morte. Com efeito, a partir do momento em que Jesus for preso, haverá dispersão para todo lado. Pressionados, uns fogem, outro nega e alguns se mantêm a distância (cf. Lc 23,49). Os discípulos deixarão o Mestre sozinho, mas ele garante que não está só: com ele está o Pai, que nunca o abandona. A última frase é um grito antecipado de vitória: “Eu venci o mundo”. Com seu sacrifício, Jesus vence o mundo injusto e as forças do mal. Seus discípulos são chamados a participar da luta com a certeza da vitória.

(Dia a dia com o Evangelho 2019 - Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp)

 

Fonte: Paulus